Camacha 2-0 A.D.Pontassolense

Camacha VS A.D.Pontassolense

Camacha e Pontassolense foram ontem protagonistas de um bom jogo de futebol, que acabou com a vitória da equipa da casa por 2-0.
É certo que a equipa orientada por José Barros teve sempre o controlo absoluto do jogo, criou as melhores oportunidades, e acabou por vencer com inteira justiça, mas a Pontassolense apresentou-se na Camacha com o firme intuito de complicar a vida aos donos da casa e só não conseguiu mais, porque a Camacha soube gerir a partida do primeiro ao último minuto.
A primeira grande oportunidade de jogo foi mesmo para os da casa com Álvaro a falhar incrivelmente aquele que poderia ser o primeiro golo da sua equipa, após solicitação de Amar na direita, no entanto, o avançado camachense não soube aproveitar, estavam decorridos 16’ de jogo.
Pouco depois, foi a vez de Nivaldo desperdiçar mais uma grande oportunidade de golo ao atirar à figura de Marafona. O mesmo Nivaldo não deu o melhor seguimento a um novo lance á passagem da meia hora de jogo, ao atirar ao lado quando só tinha pela frente Marafona. Por esta altura a Pontassolense limitava-se a deixar jogar, mas o zero a zero prevaleceu até ao intervalo.
No reatamento, a equipa forasteiro começou a mostrar que estava ali para discutir o jogo e o resultado e Fernando Prado deu o mote num remate de meia distância, proporcionando uma boa defesa a Fábio. O mesmo Fernando Prado, pouco depois atira de cabeça, mas a bola passou ligeiramente ao lado da baliza do guarda-redes da equipa da casa.
O primeiro golo da Camacha havia de surgir depois de uma jogada confusa na área da Pontassolense e após tentivas de Marco e de Ávalos, com Miguel Afonso oportuno a inaugurar o marcador.
Já perto do final, um mau atraso de Denis é interceptado por Vinícius a meio caminho da grande área contrário, que de cabeça não tem dificuldade em ampliar a vantagem e fixar o resultado final favorável à equipa de José Barros.

Nivaldo (AD Camacha): «Não entrámos bem no jogo na primeira parte mas ainda assim as melhores oportunidades pertenceram à nossa equipa, apesar de não termos conseguido marcar. Já na segunda parte estivémos melhor, conseguimos fazer os dois golos e chegámos à vitória num jogo muito difícil e complicado, com um terrenos de jogos também ele muito difícil».

Vítor Miguel (Pontassolense). «Na primeira parte não entrámos bem, apesar de estarmos motivados. os jogadores não aproveitaram esse elan, tendo em conta o nosso último resultado. Na segunda parte melhorámos, mas a verdade é que acabámos por sofrer os dois golos no nosso melhor período e após lances de bola parada, onde sabíamos que a equipa da Camacha era e é muito forte».
In: Jornal da Madeira. – 15 de Novembro de 2010.

Advertisements

%d bloggers like this: