A.D. Pontassolense 1-1 Aljustrense

Pontassolense VS Aljustrens

O Pontassolense desperdiçou uma soberana oportunidade de sedimentar a sua posição na tabela classificativa.
Empatou diante do aflito Aljustrelense que assim foi aos Canhas conquistar um saboroso ponto na luta pela manutenção. Numa primeira parte jogada sem grandes oportunidades de golo, o um ritmo lento facilitou os objectivos dos visitantes. Coube ao alentejano Rúben Nilson a grande oportunidade do jogo, logo aos 10 minutos, quando surgiu isolado diante de Carin.
Valeu a saída do guardião da casa, que safou com os pés um ataque que poderia dar o primeiro golo da partida.
Depois assistiu-se a jogadas repartidas e inconsequentes entre ambas as formações quase sempre disputadas no miolo do terreno. Numa dessas jogadas, a turma azul-amarela conquistou um canto. Toque curto para Bruno, este cruzou para a grande área e sem ninguém se aperceber, o auxiliar assinalou castigo máximo por pretensa mão na bola do defesa de Ajustrel.
A perder, o treinador do Aljustrelense, na segunda parte, apostou no ataque colocando três homens mais adiantados. O efeito notou-se de imediato e num lance de contra-ataque o recém«-entrado Rui Sousa endossou o esférico a José Luís que descaído sobre a direita rematou cruzado sem hipóteses para Carin. Estava feito o empate, um resultado que ilustra bem os acontecimentos.

Reacções Vítor Miguel (Pontassolense): “Foram dois pontos perdidos. Era um jogo que tínhamos que ganhar porque éramos favoritos. Foi mais um jogo na sequência dos que temos vindo a realizar, foi pena porque não conseguimos por colocar as nossas ideias em jogo. Hoje fomos uma equipa um pouco desgarrada”.

Arlindo Morais (Aljustrelense): “Um ponto muito saboroso pois é complicado jogar na Madeira. Na segunda parte fomos mais equipa e conseguimos sair para o ataque à custa da boa transição que efectuamos. Estamos na luta pela manutenção que é o nosso grande objectivo da temporada”.

Anúncios

%d bloggers like this: