Pontassolense inicia os trabalhos de época

Dezassete jogadores, catorze futebolistas de campo e mais três guarda-redes, estiveram presentes ontem de manhã no Campo Municipal dos Canhas naquele que constituiu o primeiro apronto no sintético da nova temporada da AD Pontassolense.

De reforços muito pouco, até ao momento. Apenas compareceu o guarda-redes Carin, que veio do Nacional e o médio de ataque Bruno Abreu que vinha defendendo as cores do Ribeira Brava.

O central Ricardo Machado, que era dado como certo, cedido a título de empréstimo pelo Nacional, pode “roer a corda”, uma vez que não se apresentou em nenhuma das sessões de treino programadas para ontem. O elenco técnico, para complicar ainda mais a situação, viu dois outros jogadores debandarem para o estrangeiro. Valter assinou por um clube da II Liga do Chipre e o avançado Nuno Gomes partiu para a Roménia, muito embora essas hipóteses estivessem salvaguardadas no acordo celebrado com a AD Pontassolense.

Cassiano e Bruno Barbosa à experiência

À experiência estão dois jogadores mas o leque de testes pode até alargar-se na próxima semana. Para já é Cassiano e Bruno que estão a tentar a sorte durante uma semana, num conjunto que voltou a receber Nuno Inácio, que no ano passado esteve emprestado ao CDR Prazeres. Da formação transitam o guarda-redes Pombo, o ainda júnior Fábio André e o estreante nos seniores Dinarte.

Dos jogadores que transitam da temporada anterior a ausência notada foi a de Gleibson, um médio que, por imperativos de ordem pessoal, foi devidamente autorizado a deslocar-se ao Brasil, sendo aguardado no Funchal no dia 25 do corrente mês.
O plantel trabalhará duas semanas em conjunto, com duas sessões nos Canhas às 9h30 e 16h30.

Jorge Paixão pronto a buscar novas metas e com ambição no ponto máximo

O técnico Jorge Paixão não está satisfeito com este início de temporada. As coisas vão aos soluços no que diz respeito à composição do plantel. Essa, confessa-nos, é a sua principal preocupação. “Vamos ver se a situação se resolve até ao fim da semana, tivemos dois jogadores (Valter e Nuno Gomes) que tinham tudo acordado connosco mas acabaram por não vir. Vamos ver mas com a certeza de que só aí poderemos começar a trabalhar melhor, e a tentar construir uma boa e competitiva equipa”. E será com todo o plantel disponível que, objectivamente, recorda “poderemos fazer o melhor, procurando melhorar o ano anterior, apesar de no ano passado temos realizado um bom campeonato, superando mesmo a época anterior”.
Para Jorge Paixão não existem desculpas para qualquer tipo de acomodação dos jogadores. Existirão sempre novos objectivos, novas metas, até porque entende que a ambição tem de andar sempre nos limites.

Camacha e Santana nos primeiros testes

A AD Pontassolense já tem garantida a realização de alguns jogos de preparação. A estreia será na Camacha no dia 26 do corrente mês com a equipa local, às 18h00 para 4 dias depois, nos Canhas, os azuis receberem a visita da UD Santana, à mesma hora. Seguir-se-á depois a participação no Torneio do Caniçal com encontros aprazados para os dias 2, 6, 9, 13 e 16.

Onze madeirenses no treino inaugural

Vítor Pereira, Carin, Pombo, Mário Rondon, Fábio Mariano, Adriano, Ângelo, Nuno Inácio, Carlo, Paulo Pereira, Ruben Pereira, Zeca, Bruno Abreu, Cassiano, Bruno, Fábio André e Dinarte. Foram estes os jogadores que estiveram ontem presentes na primeira sessão de trabalho do Pontassolense, com realce para os onze futebolistas madeirenses.

Brasileiro Vítor Silva e atacante em testes

Dois outros jogadores tentarão convencer a equipa técnica. Trata-se de atletas provenientes do Brasil, mais concretamente do Vila Nova de Belo Horizonte. Vítor Silva é central e já está na Madeira devendo começar a treinar hoje pelas 9h30 nos Canhas. O compatriota, cuja identidade não foi apurada, tem chegada prevista por estes dias e é atacante.
JM 17/07/08

Anúncios

%d bloggers like this: