Marítimo B, 0-0 Pontassolense

“Nulo” a condizer…

Marítimo B e Pontassolense protagonizaram uma partida sem grande interesse sob o ponto de vista do espectáculo. O facto poderá ficar a dever-se, em boa parte, à falta de ambição das duas equipas nesta fase do campeonato, visto que ambas têm já o destino traçado, ou seja, a manutenção, e não aspiram a muito mais do que garantir a melhor classificação possível.

O “nulo” que se verificou no derbi, castigou sobretudo a inoperância ofensiva dos dois conjuntos que dividiram a hegemomia em termos do controlo das operações e até das oportunidades conseguidas, se bem que, nesse capítulo, tenham sido os maritimistas quem mais perto estiveram de marcar, por terem sido aqueles que obtiveram as ocasiões mais flagrantes ao longo de toda a partida.

O técnico maritimista que foi obrigado a fazer duas alterações forçadas ainda na primeira parte, devido às lesões de João Diogo e Baba, jogou toda a segunda parte sem um ponta-de-lança de raiz e esse factor terá, porventura, diminuído a capacidade ofensiva da sua equipa, perante um Pontassolense que trocou bem o esférico até ao último terço do terreno, mas sentiu grandes dificuldades na hora do remate.
Gonçalo, em duas ocasiões, esbanjou as melhores oportunidades que a sua equipa desfrutou, enquanto Carlo e Zeca também desperdiçaram duas boas ocasiões.
JM 21/04/2008

Anúncios

%d bloggers like this: