Direcção de Saneamento Básico decide isolar ETAR da Ponta do Sol

30_11_2007.jpgO director regional de Saneamento Básico, João Correia reuniu-se, ontem, com o presidente da Câmara Municipal da Ponta do Sol, Rui Marques, sobre os problemas causados pela Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) daquela vila.
Depois de analisadas as causas para os maus cheiros emanados da ETAR, João Correia assumiu o compromisso do Governo Regional em proceder a algumas obras no túnel onde está instalada a estação.
“Ficou decidido isolar a passagem do ar, através de algumas plataformas em acrílico, sobretudo em períodos cuja direcção do vento, agrava a situação dentro do túnel”, salientou o director regional de Saneamento Básico.
A obra, da responsabilidade governamental, deverá rondar os 100 mil euros, permitindo a resolução dos problemas que têm provocado algumas queixas junto da autarquia presidida por Rui Marques, razão pela qual foi o edil a solicitar a reunião.
“Analisámos alguns aspectos técnicos do funcionamento da ETAR, e os procedimentos para o problema dos maus cheiros ser ultrapassado”, revelou João Correia.
Construída em 2004, a Estação de Tratamento de Águas Residuais, foi afectada por uma derrocada, em Fevereiro de 2007 e só em Outubro, altura a qual passou para responsabilidade da autarquia, entrou em funcionamento.
“A situação dos maus cheiros foi agravada pela direcção dos ventos de leste dentro do túnel, onde está instalada a ETAR, pelo que decidimos isolar essa área”, anunciou João Correia.

JM – 29/01/2008

Anúncios

%d bloggers like this: