Espectáculo na Ponta do Sol apoia instituição social

dncriatura230108.jpgDecorre hoje no Centro Cultural John dos Passos, na Ponta do Sol, a partir das 21 horas, um acontecimento especial, que conta com os apoios da Câmara da Ponta do Sol e do Art Caffé, e organização da EB1/PE Lombo de S. João.

Trata-se de uma festa de solidariedade cujos fundos reverterão para a Delegação da Madeira da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral.

O evento será composto pela peça de teatro intitulada “A Criatura” e pelas actuações da Estudantina Académica da Madeira, de Cláudia Sousa (finalista do programa ‘Chuva de Estrelas’) e do projecto musical Akustik Line.

A peça de teatro será encenada por alunos e professores da EB1/PE do Lombo de S. João (Ponta do Sol).

Intitulada “A Criatura”, o espectáculo conta com o texto original da professora Susana Figueiredo. A encenação é também de Susana Figueiredo e do docente Duarte Rocha. Já a sonoplastia é do professor Maciel Ferreira e a coreografia de Carina Figueiras.

História invulgar e caricata

Aqui fica uma curta sinopse da peça: “A família Espírito Santo Baneef e Jardim quase que é uma família normal. Liderada pela esposa e mãe Titá, esta família falida tenta impor-se na vida social utilizando mentiras, muitos ‘jogos de cintura’ e ocultação d’A Criatura… Titá é casada com Bê, que é quem toma conta da casa e dos filhos. Obediente, paciente e carinhoso, aguenta todas as excentricidades de Titá. Mas um dia a paciência acaba e tudo se revela…”.

De referir que Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral foi fundada em Lisboa, em 26 de Julho de 1960, ficando a sua criação a dever-se à iniciativa de um grupo de pais apoiados por técnicos que sentiram as dificuldades de resposta a estas crianças e jovens.

Sendo uma Instituição Particular de Solidariedade Social, de e para pessoas com deficiência, composta por pais, amigos, técnicos e pessoas com deficiência, passou a desenvolver a sua acção em todo o território português, através de 13 núcleos regionais, um dos quais na Madeira.

Ficha técnica

A personagem ‘Criatura’ é interpretada pela aluna Jacinta Pereira.

‘Titá’ é interpretada pela professora Susana Figueiredo.
‘Bê’ é interpretado pelo professor Duarte Rocha.
‘Francisco António’ é interpretado pelo aluno Edgar Lira.
‘Bernardo Maria’ é interpretado por Fábio Cabral.
‘Clarinha’ será interpretada pela aluna Beatriz Teixeira.
Já ‘Hélder’ é Jerry Rocha, também um aluno.

Finalmente, as bailarinas do espectáculo serão alunas da escola.

Fonte: DN 23/01/2008

Advertisements

%d bloggers like this: