Caniçal, 1 Pontassolense, 1

291007.jpgNuma partida intensa, mormente ao longo da etapa complementar, o resultado final acaba por se ajustar ao desempenho das duas equipas, ao longo do jogo.

Não se notou, pela postura em campo, os problemas, tornados públicos, que assolaram a equipa do leste da ilha ao longo da semana.

Por outro lado, o Pontassolense deu mostras de possuir uma qualidade superior à que espelha a classificação actual.

Marcadores: Adriano e Valter Ferreira

Opiniões

Flávio Neves conformado

O treinador do Caniçal estava algo conformado com o resultado que a sua equipa acabava de alcançar.
No final e quando instado a comentar as incidências do jogo, referiu que «foi um jogo muito difícil, frente a uma equipa muito melhor do que a classificação indicia. O Pontassolense foi feliz, tendo marcado um golo, quando estava a actuar a favor do vento. Na segunda parte o Caniçal reagiu e empurrou a equipa do Pontassolense para o seu meio-campo. Conseguimos chegar ao empate, mas não materializar todo o caudal ofensivo criado. Acabámos por ter felicidade, quando o Pontassolense não conseguiu converter a grande penalidade. Este árbitro teve uma grande dualidadede critérios, em nosso prejuízo. Contudo, estamos numa luta em que todos os pontos somados, são positivos. Vamos trabalhar para continuar na senda da nossa luta, que é ficar nos seis primeiros lugares».

João Luís satisfeito

O técnico do Pontassolense estava satisfeito, em certa medida, com o desfecho e com a atitude da equipa. «Foi mais um derbi, entre duas equipas que quiseram ganhar. A minha equipa acabou por cumprir, o que tinha sido estipulado. A sorte não esteve do nosso lado, num jogo que foi muito equilibrado. Tenho pena de não ter vencido, pois os três pontos fazem-nos muito mais falta do que ao Caniçal.
Estes jogadores têm sido grandes e merecem tudo. A trabalhar assim, as vitórias acabarão por acontecer», dizia no final o técnico do Pontassolense.

JM 29/10/07

Anúncios

%d bloggers like this: