Exposição documental “Terra de Jornais: A Imprensa pontassolense (1909-1923)

01psol_tjornais.jpgNo âmbito do Município da Cultura, encontra-se patente no Centro Cultural John dos Passos, a exposição documental “Terra de Jornais: A imprensa pontassolense”, amostra documental organizada pela jornalista Teresa Florença.

Os oito painéis abordam o quotidiano pontassolense e tudo aquilo que a imprensa abordava no início do século XX.

Segundo a coordenadora do Município da Cultura, Marisa Santos, os cinco periódicos expostos na exposição mostram “o quanto foram importantes para o desenvolvimento do concelho e para a troca de ideias entre as figuras mais ilustres da Ponta do Sol. Também o facto de ali funcionar o tribunal de comarca contribuiu para o desenvolvimento da imprensa e da própria sociedade”.

Os periódicos expostos são “O Brado d’Oeste” (editado a 2 de Junho de 1909; “A Época” (1911); “A Sentinela”(8 de Agosto de 1909; “A União” (31 Janeiro de 1918) e o “Ecos da Madeira”(1920).

02psol_tjornais.jpgPatente ainda algumas figuras que marcaram a imprensa pontassolense, tais como Clemente Freitas da Silva, António Monte Varela e José Maria da Conceição Macedo. De acordo com notas de Teresa Florença, publicadas no livro sobre a exposição, «no global, foram projectos pouco duradouros, como outros que surgiram no país e no Funchal. Sobreviveram à custa de sacrifícios pessoais e também dos anunciantes e assinantes. Revelam modos de pensar, de agir, de sentir. Identificaram-se com os ideiais e sobretudo com os homens do seu tempo».

De salientar que até ao final do ano, e mediante marcação prévia, o Serviço Educativo do Arquivo Regional pretende dinamizar esta exposição, através de visitas orientadas e da dinamização de um dossiê pedagógico sobre a imprensa periódica, junto das escolas locais.

JM 04/10/07

Anúncios

%d bloggers like this: